Tags

, ,

Dando continuidade a série EU ODEIO, iniciada neste post. Resolvi expor mais alguns fatores que a sociedade comete em seu dia-a-dia que faz eu ter de respirar fundo algumas vezes para conseguir tolerar.

  • ODEIO QUANDO OS GRUPOS MUSICAIS QUE EU GOSTO SE TORNAM POPULARES: Sério, tenho um sério problema com relação ao isso, tanto que não gosto de compartilhar algumas bandas que escuto. É óbvio que não vai ser o fato de eu não compartilhar algo que a banda deixará de fazer sucesso, mas simplesmente não gosto quando as bandas que eu gosto caem no gosto popular e as pessoas não sabem dar um basta.
  • Seguindo o final do raciocinio anterior, ODEIO QUANDO AS PESSOAS NÃO SABEM A HORA DE PARAR: Por exemplo, não que eu conhecesse a Adele muito antes dela “estourar”, mas depois que isso aconteceu as pessoas só sabiam escutar ad infinitum duas músicas, sério, existem outras músicas no CD. E NÃO, EU NUNCA GOSTEI DAQUELA COISA QUE ALGUMAS PESSOAS OUSAM CHAMAR DE MÚSICA! Me recuso a colocar o nome daquela “””música””” e daquele “””cantor””” no meu blog. Sério, vocês não sabem que já saturou?
  • Não chega a ser um ódio, mas, ESTOU CANSADO DE OUVIR AS PESSOAS RECLAMAREM QUE QUEREM EMAGRECER, MAS NÃO FAZEM NADA PARA MUDAR A SITUAÇÃO. Tu realmente não pode reduzir o teu consumo de carne durante a semana? Não estou dizendo para virar um vegetariano tal qual a eu, mas um peixe, um frango de vez em quando não mata ninguém. Tu realmente precisas misturar arroz, batata e massa no mesmo prato? E quem sabe fazer algum tipo de atividade física, não estou mandando você entrar numa academia ou algo assim, apenas estou dizendo para sair e caminhar numa velocidade acima de “passeando no shopping” e quem sabe comer um pouco mais de saladaS.
  • ODEIO QUANDO INSISTEM EM ME CONTRARIAR QUANDO SEI QUE ESTOU CERTO SOBRE ALGO. Não tenho as respostas para a vida, o universo e tudo mais. Mas sei de algum bocado de coisas, logo, quando eu sei sobre o que estou falando e você age de forma impertinente demostrando total falta de conhecimento e insistindo de forma a absurda neste erro, você não está gerando um debate e sim querendo levar ele para um nível no qual a compreensão não se faz presente.
  • Isso não é algo que eu odeie, mas SE VOCÊ NÃO TEM CONHECIMENTO DOS FATOS, NÃO INVENTE FATOS QUE NUNCA EXISTIRAM.

Eu sei que muito do que eu estou falando aqui só ajuda aqueles que gostam de irritar os outros continuar a sua peregrinação rumo a idiotice aguda, mas…

E você, o que odeia? Ou não gosta? Ou te incomoda? Ou faz o seu coração pulsar mais rápido, seus pelos eriçarem, seu rosto denunciar inúmeras expressões e gerar uma vontade maluca de gritar, não não estou querendo saber o que te excita, apenas o que realmente te irrita.